Ocorreu um erro neste dispositivo

terça-feira, 5 de agosto de 2008

sagres.....

para ti risonha,com todo o meu carinho pois e impossivel ouvir esta cançao sem me lembrar de ti...
mil beijos

Vinha de longe o mar...
Vinha de longe, dos confins do medo...
Mas vinha azul e brando, a murmurar
Aos ouvidos da terra um cósmico segredo.



E a terra ouvia, de perfil agudo,
A confidencial revelação
Que iluminava tudo
Que fora bruma na imaginação.



Era o resto do mundo que faltava
(Porque faltava mundo!).
E o agudo perfil mais se aguçava,
E o mar jurava cada vez mais fundo.



Sagres sagrou então a descoberta
Por descobrir:
As duas margens de certeza incerta
Teriam de se unir!



Miguel Torga "Portugal"



4 comentários:

risonha disse...

agora até me deixaste com a lágrima no canto do olho logo de manhã....
beijocas grandes para ti minha querida e obrigado pela dedicatória.

Nela disse...

Muito bem,também cantas mesmo ou só encantas?é linda, Torga escreveu letras lindas de fazer chorar até.E Sagres é lindo de facto,merece. Beijito boa semana.

anna disse...

Um lindo poema, uma excelente canção...
Continuas a deixar-me a cantar!
Beijos.

ameixa seca disse...

Um país pequeno que alberga grandes poetas ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo